Configurando o Google Calendar no Thunderbird (do EeeBuntu)

fevereiro 6, 2009

Como vocês devem ter percebido, o EeeBuntu vem com o plugin Lightning instalado, que permite a utilização de calendários no Thunderbird. Essa função é muito prática se você usa o computador para trabalhar ou estudar, pois vocẽ pode salvar compromissos, provas, reuniões, e muitas outras coisas, com o computador até mesmo apresentando lembretes!

Por outro lado, se você usa o Google Calendar, sabe que é muito bom ter uma agenda na internet, em segurança, sem se preocupar em fazer backup de tudo quando tiver que mudar de máquina, correto?

O ideal, portanto, é integrar essas duas funções, claro!

O Thunderbird, em princípio, tem a capacidade de trabalhar com calendários. Contudo, para que você possa criar um novo evento nele, e para que então este seja salvo direto no Google Calendar, apenas o Lightning não é suficiente–você precisa baixar o plugin Provider, que fornece suporte bidirecional (ou seja, lê do Google e escreve no Google).

Se você abrir o Thunderbird e acessar o menu Ferramentas > Complementos, verá que o Lightning instalado é a versão 0.8, que não é a mais atual. Com efeito, essa é a versão que existe no repositório (você pode ver no Synaptic sob o nome lightning-extension), e sequer pode ser desinstalada pelo Thunderbird, pois a opção está desabilitada –pra tirar, só mesmo no synaptic ou pelo terminal.

A razão de ser esta a versão instalada é que a versão mais nova, a 0.9, não funciona bem com o Thunderbird 2.0.0.19, versão que vem no EeeBuntu e que, por sinal, é a mais recente. Enfim, instalei o Provider que baixei na página de Addons do Thunderbird, e qual não foi a minha surpresa ao ver que ele exigia o Lightning mais potente…

screenshot-add-ons

Sem stress, porém. Para ter seu calendário funcionando, baixe a versão do Provider compatível com o Lightning 0.8, a saber, o Provider versão 0.4.

Reinicie o Thunderbird, e tudo deve estar funcionando!

Para configurar o seu calendário no Thunderbird, vá até a seção de Calendário no Thunderbird, e clique com o botão direito > Novo Calendário.

Após, escolha a opção de calendário na rede.

screenshot-criar-calendario

Em seguida, escolha a opção “Google Calendar” e, no endereço, digite o link correspondente ao XML da página de configurações da sua agenda no Google Calendar:

screenshot-criar-calendario-1

screenshot2

Por fim, dê um nome ao seu calendário e uma cor, marcando a opção de exibir alarmes , e digite a senha de acesso ao calendário, deixando marcada a opção de lembrar senha. Pronto!

screenshot-criar-calendario-2

screenshot-login-do-google-calendar

Agora seu Thunderbird está prontinho para o uso de Calendários do Google!

Veja como ficou a tela das minhas extensões, após colocar a tradução para PT-BR (você encontra a opção no Synaptic, só procurar por lightning-extension, e escolher o que tem também a opção pt-br):

screenshot-complementos

Aos poucos, meu EeeBuntu vai ficando do jeito que eu queria! 😉


Meu novo cliente Torrent: DELUGE!

fevereiro 5, 2009

Depois de usar o Transmission, Azureus, BitTornado, etc., e, insatisfeito com os clientes torrents para linux (Windows, indubitavelmente, uso o UTorrent), acabei me deparando com o Deluge.

Deluge

A interface dele é bastante parecida com o UTorrent, e posso dizer que estou bastante satisfeito com o seu desempenho.

Para instalar, digite no terminal:

$ sudo apt-get update

$ sudo apt-get install deluge-torrent

Depois de instalado, vamos à configuração. Ao abrir o cliente pela primeira vez, aparecerá um Wizard para a configuração. Eu preferi clicar em cancelar e arrumar tudo manualmente.

Com o programa aberto, e sem o Wizard, vá ao Menu Editar > Preferences.

Escolha onde salvar os arquivos baixados, ou deixe a opção de perguntar onde salvar. Ainda, defina onde ficarão armazenados os arquivos torrents. O Deluge oferece uma opção interessante, permitindo o download automático dos torrents que estiverem na pasta indicada, que, no meu caso, será muito útil em meu servidor, que sempre inicia o Deluge e pode ir baixando os arquivos sem que eu faça nada.

screenshot-preferencias-do-deluge

Sem seguida, abra a aba Rede e escolha a porta que o Deluge deverá usar. Lembre-se de liberar esta porta em seu firewall/roteador (geralmente basta um port forwarding, mas se tiver dúvida de como fazer isso, procure em uma página especializada como a Port Forward).

screenshot-preferencias-do-deluge-1

Por fim, no menu Largura de Banda, defina propriedades como o limite de download/upload. Se quiser deixar ilimitado, defina como -1 .

screenshot-preferencias-do-deluge-2

E pronto! Seu novo cliente de BitTorrent está funcionando!

screenshot-deluge

Se quiser deixar a inicialização do Deluge automática, juntamente com o sistema, basta, no EeeBuntu, por exemplo, ir ao menu System > Centro de Controle > Sessions e Adicionar uma nova entrada no Startup Programs:

screenshot-sessions-preferences

Clique em “Add” e configure a entrada com o comando “deluge“:

screenshot-add-startup-program

E pronto! Só correr pro abraço! Até a próxima!


LAG em vídeo no EEEBuntu

fevereiro 5, 2009

Desde que eu instalei o EeeBuntu, não tenho muita coisa a reclamar–sempre supriu muito bem as minhas necessidades.

Contudo, tive alguns problemas para rodar alguns vídeos, em especial os com resolução de alta definição (HD), que ficavam travando, com LAG no vídeo (embora sem problema no som). Aqui estava eu, tentando assistir um episódio de um anime (como todo semi-nerd faria… -_-‘) e nada, o que era bem frustante pra mim. Sempre considerei o hardware do EeePC razoável para ser uma estação multimídia básica, mas não tocar um simples videozinho de 200Mb, seria demais, não?

Eu tentei todas as combinações possíveis no VLC media player, o tocador multimídia padrão da distribuição, mas sem qualquer resultado. Então, navegando em fóruns sobre o assunto, cheguei à conclusão de que o MPlayer poderia resolver o meu problema. Abri o Synaptic, e instalei–decepção novamente, pois o vídeo continuava com um lag desgraçado!

Já sem esperanças, vi alguns comentários sobre o SMPlayer, que, em teoria, seria apenas mais um frontend que utiliza a base do MPlayer (que, aliás, já vem instalada no EeeBuntu). Incrivelmente, resolveu o meu problema!

Vou descrever agora como fiz a configuração dele:

(1) Abra o programa em Aplicações > Multimidia > SMPlayer e, após carregar o programa, aperte Ctrl + P para abrir o menu de configuração;

(2) Vá ao menu performance e, em loop filter, escolha a opção “Skip only on HD videos” (isso resolveu meu problema com o mkv problemático — se tiver problemas em rodar outros vídeos, escolha a opção “Skip (Always)) e, em Sincronização, marque a caixa “Audio/video syncronization“;

SMplayer-preferências

(3) Agora, clique na aba Cache, e, na opção “Cache for local files“, digite o valor “9999“;

SMplayer-preferências (cache)

(4) Abra o vídeo!

SMPlayer rodando!

Bom, como eu disse, foi assim que eu resolvi o meu problema. Se alguém aí souber de outro modo de utilizar o próprio VLC ou ainda como melhorar isso no MPlayer, só comentar! 😉

–edit

Esqueci de dizer: se você quiser deixar o SMPlayer como reprodutor padrão do tipo de arquivo que você abriu, basta clicar no arquivo com o botão direito, escolher “Propriedades” e, na guia “Abrir Com” (Open With), selecionar o SMPlayer:

Propriedades do video

Fazendo isso, todos os vídeos com o mesmo formato (no meu caso, mkv) abrirão no SMPlayer.


Conectando a um computador com o XFCE pelo FreeNX

fevereiro 4, 2009

Dica rápida pessoal… 🙂

Se você tem um computador com o XFCE, como o meu servidorzinho com o Xubuntu instalado, e quer iniciar uma sessão remota com o FreeNX, basta configurar a sessão (no cliente), da seguinte maneira:

(1) Escolha uma sessão Unix > Custom.

FreeNX - Configurações

(2) Clique em Settings, e defina o comando /usr/bin/xfce4-session, escolhendo também a opção New virtual desktop:

FreeNX - XFCE

E pronto! Seu XFCE está acessível:

XFCE

Se você ainda não tem o FreeNX instalado, recomendo o tutorial do Carlos E. Morimoto, do Guia do Hardware: Usando o FreeNX Server.

Até a próxima!


Pra descontrair

fevereiro 1, 2009

Uma piadinha, pra descontrair… bem nerd, por sinal. 🙂

apt-get-wife


default keyring

janeiro 31, 2009

Logo que instalei o EeeBuntu, ao rodar o sistema pela primeira vez e configurar a minha rede sem fio, percebi que o sistema pedia uma senha para que o aplicativo de rede pudesse ser inicializado. Segurança, maravilha…

keys

Contudo, percebi que toda vez em que eu ligava o EeePC, a senha era solicitada para que a rede fosse inicializada, o que, apesar da segurança, me incomodava um pouco. Fui procurar como resolver esse problema, e rapidamente encontrei a solução.

Para que não seja mais pedida a senha, e a rede passe a conectar automaticamente, vá em Aplicações > Acessórios > Senhas e chaves de criptografia, ou simplesmente pressione Alt + F2 e digite “seahorse” (sem as aspas).

Dentro do programa, vá ao menu Edit > Preferences, selecione a keyring login e clique em Change Unlock Password. Digite a password que você escolheu previamente, e deixe a nova password em branco. Quando for perguntado, confirme a opção de usar o “unsafe storage”. E pronto!

Lembro que sempre é mais seguro utilizar a digitação de senha, mas, se você é como eu e tem preguiça de digitar toda vez que liga o computador, espero que esta dica tenha sido útil!

Abraços!


Configurando um teclado USB corretamente no EeeBuntu (e alternar layouts)

janeiro 31, 2009

Levei o meu EeePC pra praia esses dias, e qual não foi a minha decepção ao perceber que o teclado não estava funcionando como deveria… Metade do meu teclado estava numérico,eu tentava mudar nas configurações no Painel de Controle do EeeBuntu, e nada. Descobri agora há pouco, e, pra minha vergonha, foi burrice minha mesmo.

Aqui em casa, utilizo o EeePC como computador principal: tenho um monitor LCD, teclado e mouse em minha mesa, ligo tudo no pequeno, e uso como se fosse um desktop mesmo. Enfim, eu havia configurado o teclado para o que eu achava que fosse o correto, o ABNT2, Layout Brasil > Brasil. Tudo funcionando ok. Porém, ao ligar o EeePC sozinho, lá na praia, vi que não funcionava. Testei tudo o que era configuração e nada… quando eu vi: Dã–o NumLock estava ligado, por padrão 😛

Enfim, só arrumando isso, funcionou novamente. Contudo, vou aproveitar a dica para mostrar como configurei o teclado no EeeBuntu, considerando que você utilize uma configuração parecida com a minha, com teclado ABNT2 conectado na porta USB e só use o tecladinho esporadicamente…

Entre em Sistema (System) > Centro de Controle (Control Center) > Teclado (Keyboard) > Layouts. Você verá uma tela como esta, caso tenha configurado o teclado como eu:

Layout de Teclado

Clique em Modelo do Teclado (Keyboard Model) e escolha o modelo Generic > Generic 105-key (Intl) PC:

Modelo de Teclado

Agora, devemos escolher o Layout, propriamente dito. Clique no símbolo de “+” e adicione o layout Brasil > Brazil:

Brasil > Brasil

Agora, exclua o Layout antigo selecionando-o e clicando no símbolo de ““, e, por fim, adicione mais um Layout, escolhendo Estados Unidos > USA Alternative International (former us_intl):

Estados Unidos > USA Alternative International (former us_intl)

Sua tela deverá ficar assim:

Layout Configurado

Com os layouts configurados, vamos adicionar um modo rápido de alternar entre eles. Clique no botão “Other Options” e vá para a opção “Layout switching“. Aqui, você pode configurar o modo com que os Layouts de teclados serão alternados. No meu caso, escolhi a opção de alternar o layout pressionando os botões Alt+Shift, mas você pode escolher o que preferir.

Layout switching

E pronto! Quando quiser utilizar seu teclado extra, com Ç e acentos (ABNT2), utilize um layout, e, quando for utilizar o EeePC, utilize o outro (ou continue com o layout de ABNT2 se quiser utilizar acentos e Ç).

Ah sim, e não se esqueça de desligar o NumLock! rs…

Abraços!